Ajustamento Conjugal: a função das características individuais, do casal e do contexto

Juliana Szpoganicz Rosado, Paola Vargas Barbosa, Adriana Wagner

Resumo


A qualidade dos relacionamentos conjugais é circunscrita por diversos fatores. Este trabalho investigou como a idade, o nível de escolaridade, a orientação sexual, o status conjugal, o tempo de duração da relação, a presença ou não de filhos, a percepção da conjugalidade dos pais, o salário, a satisfação com o trabalho e a satisfação com a condição econômica se associavam ao ajustamento conjugal de 1350 participantes, de ambos os sexos, de diferentes regiões do país. Análises de variância (ANOVA) revelaram que a qualidade conjugal se associa a aspectos individuais, da dinâmica conjugal e vida laboral dos participantes. Indivíduos jovens, homossexuais, sem filhos, com percepção positiva da conjugalidade dos pais e que estavam satisfeitos com a condição financeira e de trabalho indicaram maiores níveis de ajustamento conjugal.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

   Revista Psicologia em Pesquisa

   Vinculada ao Programa de Pós-graduação em Psicologia

   Universidade Federal de Juiz de Fora
   Departamento de Psicologia – ICH
   Campus Universitário – Bairro Martelos
   Juiz de Fora – MG - CEP: 36036-330

   E-mail: revista.psicologiaempesquisa@ufjf.edu.br

   e-ISSN 1982-1247

   DOI: 10.24879


   INDEXADORES