Teologia em movimento: perspectivas da teologia prática como hermenêutica da religião vivida a partir do cinema brasileiro

Júlio Cézar Adam

Resumo


A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) é oriunda de um movimento migratório ocorrido na primeira metade do século XIX. Imigrantes e refugiados alemães migram para o sul do Brasil em busca de novas perspectiva e alternativas de sobrevivência. Este movimento migratório irá marcar a vida e a teologia desta igreja: a busca por integrar-se e inculturar-se no contexto; a articulação das teologias da libertação como espaços de transformação sócio-política; o diálogo inter-religioso; o desenvolvimento de uma teologia prática como reflexão ex-cêntrica e pós-colonial, serão algumas das marcas desta igreja e teologia migrante e em movimento. Dando continuidade ao movimento, este estudo reflete sobre as possibilidades de pensar a teologia prática – em especial a liturgia e a homilética – a partir da cultura visual brasileira e latino-americana, mais especificamente a partir do cinema. A metodologia adotada é a hermenêutica da religião vivida, analisando dois filmes de Walter Salles (Central do Brasil -1998; e Diário de Motocicleta - 2004), como espaços onde cultura, cotidiano, política e religião dão forma ao paradigma do movimento e da procura de alternativas, abrindo possibilidades hermenêuticas à teologia prática para repensar uma igreja e uma sociedade em permanente movimento.

Palavras-chave


Movimento, Religião vivida, Cinema, Teologia prática, IECLB

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.